Câmbio

Dólar sobe acompanhando exterior | Moedas e Juros


O mercado, assim, corrige possíveis excessos, enquanto os investidores aguardam novas declarações do presidente do Federal Reserve (Fed), Jerome Powell, acerca dos rumos da política monetária nos Estados Unidos. Por volta de 10h30, o dólar era negociado a R$ 4,889, em alta de 0,32%.

Imerso em um ambiente com bom desempenho das contas externas, o real manteve a resiliência nas duas primeiras sessões da semana e, assim, destoou da maioria das moedas pares, que perderam força contra o dólar. Nesta quarta-feira, a moeda americana continua a exibir fôlego, o que também se reflete no mercado doméstico. O dólar, porém, tem respeitado níveis mais altos e ainda opera abaixo de R$ 4,90, apesar de ter ultrapassado levemente esse nível na máxima do dia.

“Esperamos que o real tenha um desempenho superior, mesmo em meio a crises de volatilidade impulsionadas pela política fiscal e pelas condições externas”, apontam os estrategistas do Deutsche Bank em nota enviada a clientes. O banco alemão projeta o dólar a R$ 5,00 tanto no fim deste ano quanto em 2024. “As primeiras leituras apontam para outro desempenho forte do setor agrícola, que, em combinação com termos de troca resilientes, deve apoiar a balança de pagamentos em 2024”, dizem.

A divisa acumula uma queda semanal de 0,41%. No mês, o recuo é de 3,29% e em 2023, o dólar já se desvalorizou 7,64%.

(Nota em atualização até o fechamento)

Com informações do Valor PRO, serviço de notícias em tempo real do Valor Econômico



Valorinveste

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo